Web Radio Cidade

Domingo, 23 de Junho de 2024

Policial

Jovem que matou namorada grávida com um tiro na cabeça é denunciado

Um crime hediondo cometido em 5 de abril deste ano ficará para sempre na memória dos moradores do bairro Pedreirinha, em Videira.

Web Rádio Cidade
Por Web Rádio Cidade
Jovem que matou namorada grávida com um tiro na cabeça é denunciado
IMPRIMIR
Espaço utilizado para comunicação de erro nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um crime hediondo cometido em 5 de abril deste ano ficará para sempre na memória dos moradores do bairro Pedreirinha, em Videira. Naquela madrugada, um tiro de espingarda calibre 12 tirou a vida de Maria Júlia Borges Bitencort, 18 anos, e do filho que ela estava esperando. O suspeito já foi denunciado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e pode ir a júri popular.

Segundo as investigações, ele mantinha um relacionamento amoroso com a vítima e teria cometido o crime por não aceitar que ela saísse com as amigas para se divertir. O disparo teria sido feito repentinamente, sem que a jovem pudesse se defender, deixando seu rosto totalmente desfigurado.

A ação penal da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Videira cita várias circunstâncias que podem aumentar ou agravar a pena, como feminicídio, motivo fútil, meio cruel, emprego de recurso que dificultou a defesa e o fato de a vítima estar grávida.

O réu, de 20 anos, também foi denunciado por porte ilegal de arma, pois a espingarda utilizada no crime estaria em desacordo com a legislação. Ele está preso preventivamente desde a época dos fatos, aguardando o desenrolar do processo, e tem passagens pela polícia por outros crimes, como tráfico de drogas, lesão corporal e associação para o tráfico.
FONTE/CRÉDITOS: Caco da Rosa
Comentários:
Web Rádio Cidade

Publicado por:

Web Rádio Cidade